Número 10

terça-feira, 26 de outubro de 2010 21:59 Postado por Sindy Caroline

A menina vestiu a camisa número 10. Agora ela era forte, invencível. [...] A menina se preparou e fez tudo com a maior facilidade. Roubou a atenção de quem estava naquele lugar e encantou – novamente - o coração de um que de longe a amava.
A menina da camisa sorriu, tinha conseguido mais uma. Foi o fim de jogo. O brilho tinha sido só pra ela. Aliás, o brilho não tinha sido só pra ela... O brilho era ela! O brilho cegava os que ela roubou a atenção. O brilho fazia o coração de quem a amava, doer.
A menina da camisa número 10 tinha o dom de decifrar pensamentos e almas, mas ela nunca conseguiu decifrar quem realmente a amava. Talvez não fosse pra ser. Não dava certo. Opostos se atraem, mas quem disse que eles ficam juntos? Química e Física não decifram o amor. O amor decifra o amor.
Todos se levantaram, aplaudiram. Menos o que amava a menina. [...] Sorriram. O novo amor da menina lhe abraçou e selou seu sorriso com um beijo apaixonado. A lágrima caiu dos olhos de quem ainda amava a menina, mas o sorriso no rosto logo nasceu. A menina olhou, ficou emocionada. Quem a amava levantou as mãos e fez um gesto de tchau, virou as costas e seguiu em frente. A menina continuou a festejar com o corpo, mas a mente estava na pessoa que ela sabia que a amava.
- Minha menina da camisa número 10 está feliz, isso que importa. - Injetou o veneno na veia e viu o mundo se apagar. Com o pouco de força que lhe faltava, cortou o dedo e desenhou um coração na calçada. Fechou os olhos e o último sorriso apareceu no rosto. Morreu sem sua menina para lhe abraçar. Havia deixado um bilhete para sua menina, que dizia:

Peço a chuva que o limpe e que ele se espalhe por aí. Ele vai ficar marcado em todo lugar e todos vão ver que ele é seu. Se for pra nuvens, ele vai aparecer lá. Ele será uma nuvem com formato de coração, ira chover e te molhar. Estarei contigo. Sentirei teu corpo e levarei tuas mágoas para longe. Sempre estarei contigo.
Mesmo que eu não esteja segurando tua mão ou te beijando e abraçando, meu coração será seu. Mesmo que eu não seja teu ar, meu coração será seu. Mesmo que eu não seja tua vida, meu coração sempre será seu.
Mesmo que minha vida acabe e minha alma se corrompa, oh, menina, meu coração sempre será seu


2 Response to "Número 10"

  1. Ana paula Silva Says:

    Este comentário foi removido pelo autor.
  2. Ana paula Silva Says:

    Triste e lindo, adoro histórias assim.

Postar um comentário