Deixar para trás.



Já não faz mais tanto sentido ouvir as músicas que me lembram você, elas antes tocavam meu coração e eu raramente conseguiria evitar as lágrimas gélidas que escorriam por meu rosto. Mas agora não passam de músicas que me levam a recordar o passado. As cartas empilhadas em minha gaveta não passam de entulho, coisas que pesam sobre minha vida e que eu logo terei que me desfazer das tais. O plano era envelhecer sem pressa... Estar em uma varanda em um dia de outono, com os cabelos já grisalhos e rindo das loucuras de nossa adolescência, mas isso também já não faz mais sentido. O buquê de rosas que antes era tão perfeito, já está murcho, sem vida e sem cor assim como muitas coisas entre nós.

Eu não quero mais viver em um mundo de utopia. Acreditar em que o impossível pode se tornar possível apenas por que eu quero, não é assim e nunca vai ser. As lembranças agora vêm à tona e me corroem por dentro, a culpa por ter deixado tudo ir tão longe toma conta de mim. Talvez eu soubesse mesmo desde o começo que não deveria arriscar, mas é difícil controlar um coração que grita de paixão por outro. Não quero que guarde mágoas do passado, aliás, o que é passado deve ficar no passado e o futuro só cabe a ti escolher como será. Não posso garantir que é fácil jogar tudo pro alto e simplesmente desistir, porque eu estaria mentindo, nunca vai ser fácil me desfazer de algo que foi meu principal motivo de acordar por tanto tempo. Eu só quero o melhor pra nós, custe o que custar.

                                          Essa é só a minha melhor forma de te dizer adeus...

Mudanças.


Sim, eu sofri, chorei, me lamentei, pensei em desistir, achei que morreria sem você. Doce ironia. Isso só me fez faz forte que antes, hoje eu penso muito antes de agir, não me abro para qualquer pessoa e nem me iludo com falsos amores. Quem sabe você tenha me feito bem dizendo adeus, agora eu acho mesmo que foi melhor pra mim. Pra você nem sei, já que a sua vida não me interessa mais, aliás nunca deveria ter interessado. Não te quero mal, mas também não te quero bem, simples assim. E se achou que eu choraria até que secassem minhas lágrimas, está muito enganada. Aprendi a dar mais valor a mim mesma, porque se tem alguém que sempre vai me amar, essa pessoa sou eu. Muitos chamam de egoísmo, eu prefiro chamar de amor próprio.